Basquete

Rockets, Lakers e Celtics levam a melhor em rodada natalina da NBA

0

Esta quarta-feira foi o dia da tradicional rodada de natal da NBA. Após a vitória do Milwaukee Bucks sobre o New York Knicks, mais quatro jogos deram o que falar na melhor liga de basquete do mundo. A começar pelo Houston Rockets, que venceu o Oklahoma City Thunder com mais uma atuação marcante de James Harden. Ademais, o Boston Celtics superou o Philadelphia 76’ers e o Los Angeles Lakers, fora de casa, derrotou o Golden State Warriors. Para fechar a noite, o Utah Jazz surpreendeu o Portland Trail Blazers e também presenteou seus torcedores com um triunfo.

Barba arrepiada

No Toyota Center, o Houston Rockets contou com mais um dia inspirado de seu principal jogador, James Harden, que chegou ao sétimo jogo seguido anotando no mínimo 30 pontos. Desta vez foram 41, além de sete assistências e seis rebotes, na vitória por 113 a 109 sobre o Oklahoma City Thunder.

O pivô Clint Capela também merece destaque, sendo responsável por 16 pontos e nada menos que 23 rebotes. Pelo lado de OKC, Paul George e Russel Westbrook foram bem, mas não o suficiente para mudar a história da partida, que foi bem equilibrada em termos gerais. O ala fez 28 pontos e pegou 14 rebotes, enquanto o armador beirou o triplo-duplo com 21 pontos, nove rebotes e nove assistências.

Imparável Irving 

No TG Garden, o nome do jogo foi Kyrie Irving. O armador do Boston Celtics mostrou, desde o começo do jogo, que não estava para brincadeira. Ao todo, foram 40 pontos para ele, além de 10 rebotes, que guiaram o time da casa ao triunfo sobre o Philadelphia 26’ers por 121 a 114, após prorrogação. O camisa 11 foi absolutamente decisivo, fazendo cestas nos momentos finais, tanto no tempo regulamentar, como na prorrogação.

Os alas Marcus Morris e Jason Tatum também foram importantes, contribuindo com 23 pontos cada. Dos visitantes, quem tentou chamar a responsabilidade foi o pivô Joel Embiid, com 34 pontos e 16 rebotes. O ala Jimmy Butler, por sua vez, fez 24 pontos, pegou cinco rebotes e deu quatro assistências, no duelo que alternou lideranças de placar e acabou com virada dos Celtics no último quarto.

Fim de jejum

Na Oracle Arena, em Oakland, o Los Angeles Lakers não vencia o Golden State Warriors desde 2012. E o jejum teve seu fim nesta quarta-feira, com o triunfo dos angelinos por 127 a 101, mesmo com a ausência de LeBron James em mais da metade do jogo. O astro se lesionou logo no início do terceiro quarto e, dos vestiários, viu sua equipe chegar à vitória com boa atuação coletiva.

Mesmo jogando apenas 21 minutos, o camisa 23 deixou a quadra com 17 pontos, 13 rebotes e cinco assistências. Outros seis jogadores dos Lakers terminaram o jogo com mais de 10 pontos. Destaque para Kyle Kuzma, com 19. Por parte dos donos da casa, as estrelas Kevin Durant e Stephen Curry, desta vez, estiveram apagados. Mesmo assim, contribuíram com 21 e 15 pontos, respectivamente. O detalhe negativo foi Klay Thompson, que marcou apenas cinco pontos.

Jazz de natal

Na Vivint Smart Home Arena, o Utah Jazz fez valer o mando de quadra e bateu o Portland Trail Blazers por 117 a 96. Chamou a atenção a atuação do pivô Rudy Gobert, que teve um ótimo desempenho defensivo, com nada menos que sete tocos. O francês ainda contribuiu com 18 pontos e 14 rebotes para ser o nome do jogo e guiar sua equipe ao resultado positivo.

No total, sete jogadores do Jazz somaram mais de 10 pontos, tornando complicadíssima a vida dos Blazers, que não contaram com boas apresentações de seus principais nomes. Damian Lillard anotou 20 pontos, enquanto CJ McCollum apenas 11.

 

Fonte: Gazeta Esportiva

Comentários

Comentários

Escrever um comentário