Sport Clube Corinthians Paulista

Gustagol desaba no choro após Derby e ganha força na briga pela titularidade

0

O centroavante Gustagol retornou ao Corinthians precisando se provar como atleta de time grande e encarando a concorrência de nomes de peso no seu setor, como o argentino Mauro Boselli e, mais recentemente, Vagner Love. Com boa atuação no Derby do último sábado, porém, o atleta de 24 anos parece cada vez mais forte na luta pela titularidade. E não escondeu a emoção de alcançar o feito.

Assim que o árbitro Luiz Flávio de Oliveira apitou o final do jogo, o centroavante desabou na intermediária do gramado, local em que estava para ajudar na marcação do adversário. O choro não demorou a vir e o jogador recebeu muitos afagos dos companheiros, alguns até impressionados com a emoção demonstrada pela vitória. Em campo, participou ativamente do gol, cabeceando a bola defendida por Weverton antes de o rebote sobrar para Avelar chutar.

“Deve ser feio o Gustavo chorando, puta m…”, brincou o técnico Fábio Carille, emendando uma sequência raríssima de palavrões na resposta, algo que não se viu desde que ele chegou ao cargo de treinador, no final de 2016. Contente pela produção, Carille admitiu que não esperava encontrar um atleta como o que tem visto nos treinamentos e no segundo tempo do duelo, segurando a bola no pivô e ganhando várias disputas pelo alto.

“Está sendo uma grata surpresa, eu, que trabalhei com ele em 2016, naquele período ele se pressionou demais para fazer gol, acabou fazendo coisas que não precisava fazer”, observou o comandante corintiano, que optou pelo camisa 19 em quatro jogos no ano, deixando Boselli como titular em apenas uma oportunidade.

“Chamei ele para uma conversa para saber quem ajudou nesse crescimento. Ele falou bastante de Hélio dos Anjos e Rogério Ceni. A gente costuma só criticar, então tem que valorizar isso. A evolução é notória desse atleta. Hoje está nos ajudando bastante”, concluiu Carille.

A permanência de Gustagol entre os titulares, porém, terá diversos testes durante a temporada. Boselli, que ainda tenta entender melhor o estilo de jogo da equipe, receberá a chance de atuar ao menos em algum dos jogos da semana. O time enfrenta o Ferroviário, na quinta, e o Novorizontino, no domingo. Love, que já ficou no banco no Derby, também terá os seus minutos.

Fonte: Gazeta Esportiva

Comentários

Comentários

Escrever um comentário