Sociedade Esportiva Palmeiras

Em autoavaliação, Moisés vê temporada regular: “Nota 5 ou 6”

0

O meio-campista Moisés disputou um total de 53 partidas na temporada, seu recorde desde que foi contratado pelo Palmeiras. Ao falar sobre o próprio desempenho ao longo do ano que terminou com o título do Campeonato Brasileiro, o camisa 10 foi sincero.

“Acredito que (nota) 5, 6. Eu fui regular. Minha temporada de 2016 foi melhor do que essa, sem dúvida. Apesar de, nesse ano, eu ter jogado muito fora da minha posição preferida. Gosto de jogar como segundo volante e, às vezes, até como primeiro. Nesse ano, fui utilizado mais como meia”, explicou Moisés à TV Bandeirantes.

Com um elenco numeroso, o técnico Luiz Felipe Scolari montou praticamente dois times diferentes no Palmeiras. Em uma das formações de meio campo armadas pelo experiente comandante, Moisés jogava ao lado dos volantes Felipe Melo e Bruno Henrique.

“Não acho ruim e, quando necessário, jogo em todas as posições, mas não é minha principal função. Isso acabou prejudicando um pouco. Mesmo assim, fiquei muito feliz pelo meu ano. Não tive lesões graves, era o que mais pedia a Deus”, disse Moisés, que sofreu com problemas físicos nas últimas temporadas.

Escalado como meia por Felipão, o camisa 10 acabou deixando o badalado Lucas Lima no banco em algumas partidas. Ao falar sobre o ex-santista, adversário nas últimas temporadas, Moisés destacou a postura do concorrente a boa relação que mantém com ele.

“O respeito que o Lucas teve por mim foi uma coisa que me admirou bastante. Ele chegou com um status muito grande ao Palmeiras. Começou bem e, naquela época, eu esperei. Quando ele saiu, em momento algum ficou chateado, de cabeça baixa ou fazendo biquinho. Sempre respeitou e trabalhou da mesma forma”, elogiou.

Fonte: Gazeta Esportiva

Comentários

Comentários

Escrever um comentário