Grêmio

Dois de Zico e vaias a Renato Gaúcho: Jogo das Estrelas no Maracanã

0

Por mais um ano o craque Zico reuniu os amigos para o Jogo das Estrelas no Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ). A tradicional festa do futebol carioca teve um jogo dos artistas e um show de Iggy Azalea, rapper, compositora e modelo australiana, antes de a bola rolar. O time vermelho, que contava com o Galinho de Quintino, e o Time Branco se enfrentaram em uma partida onde a festa valeu mais que o resultado. Os rubros ganharam por 7 a 5 com direito a dois belos gols do dono da festa.

Algumas novidades apareceram, como Júnior, o Capacete, um dos ídolos do Flamengo, portanto um microfone do canal Sportv dentro de campo, dando detalhes do jogo ao vivo na transmissão. O ex-apoiador Ricardinho, na beira do campo, mostrava os replays quando solicitados pelo árbitro Péricles Bassols, em uma simulação do VAR.

Com a bola rolando a torcida, na maioria de flamenguistas, vaiava Renato Gaúcho, que descartou o clube carioca e renovou contrato com o Grêmio. Já Adriano Imperador tinha o nome gritado e os pedidos para voltar ao clube. Apesar do gol perdido debaixo da trave, no primeiro tempo, o atacante não descartou voltar a jogar

“É muito gratificante voltar ao Maracanã e ver a festa desta torcida maravilhosa do Flamengo”, afirmou no intervalo Adriano.

A formação inicial do time vermelho teve Júlio César, Ronaldo Angelim, Aldair, Mozer e Júnior; Lucas Paquetá, Kaká, Petkovic e Zico; Vinicius Júnior e Adriano. Já a equipe branca contou inicialmente com Carlos Germano, Jorginho, Márcio Santos, Emílson Cribari e Juan Pablo Sorín; Maicon, Clarence Seedorf e Djalminha; Renato Gaúcho, Gabigol e Cláudio Adão.

Com bola rolando os brancos abriram o placar com um gol contra de Mozer. Lucas Paquetá empatou deslocando o goleiro. Porém, pouco depois, Gabigol recolocou os brancos em vantagem. Porém, a virada rubra aconteceu ainda na primeira etapa, com um gol contra de Emílson Cribari e outro tento de talento de Vinicius Júnior, que foi comemorar com a torcida, revivendo os tempos de Flamengo. Djalminha ainda perdeu pênalti defendido por Júlio César.

Na volta para o segundo tempo o ritmo da partida, com muitos veteranos e ex-jogadores, caiu. Tanto que só voltou a acontecer um gol aos 30 minutos, quando após jogada de Seedorf, Alcindo, de cabeça, igualou o placar.

Mas a partir daí brilhou a estrela de Zico que, pouco depois, deslocou o goleiro Marcelo Lomba após jogada que Lucas Paquetá participou. O gol maios bonito do Galinho, porém, ainda estaria por vir. O Galinho deu um belo toque por cobertura, anotando um golaço.

Alex Dias ainda descontou para os brancos. Porém, nos acréscimos, o garoto Filipe Coimbra, neto de Zico, deixou a sua marca. Ainda teve tempo para Seedorf fazer mais um para os brancos com um chute de primeira e para Lucas Paquetá fechar o marcador para os vermelhos. Era o fim, em grande estilo, de mais uma festa do futebol.

Fonte: Gazeta Esportiva