Fórmula 1

F1 precisa “redescobrir seu DNA”, diz Abiteboul